gestao de estoque

Como otimizar sua gestão de estoque?

A gestão de estoque de uma empresa é um dos pontos primordiais da organização e do bom funcionamento da organização. 

Isso porque o estoque de uma empresa é responsável tanto pelos insumos, como produtos prontos e sem eles os consumidores podem ficar sem acesso aos produtos — e se isso acontece, automaticamente, a satisfação do público-alvo diminui. 

Sendo assim, a gestão de estoque é fundamental para que as empresas se posicionem bem no mercado, ganhando competitividade e crescendo frente a marcas do mesmo segmento. 

Nesse sentido, otimizar esse processo por meio de boas práticas é necessário para que gastos desnecessários não aconteçam e a produtividade não seja comprometida.Você sabe a importância de uma gestão de estoque estratégica para a sua organização? Continue lendo o artigo de hoje e se aprofunde no assunto!

O que é gestão de estoque?

De maneira simplificada, o gerenciamento de estoque auxilia as empresas a identificarem como está o funcionamento deste setor no momento, bem como quais — e quanto — insumos pedir. 

Assim, com uma gestão de estoque eficiente, as empresas conseguem analisar o cenário das mercadorias para que sempre haja estoque suficiente para atender aos pedidos dos clientes. Além disso, é uma prática que permite às organizações se prepararem caso haja escassez de algum insumo ou produto final. 

Basicamente, entender o que é gestão de estoque é importante para que todas as empresas tenham receita, uma vez que uma organização não quer mais estoque do que vendas. Desse modo, é possível controlar e criar um equilíbrio mais rentável para o negócio. 

Otimização na gestão de estoque

Até aqui você viu que o gerenciamento de estoque é fundamental para a saúde de uma empresa. 

Isso acontece porque, com a otimização desses processos, há uma ajuda importante ao garantir que raramente tenha pouco ou muito estoque disponível, o que não é benéfico para a empresa. 

Como resultado, alguns dos principais benefícios de uma gestão de estoque adequada é o fato de a empresa conseguir atender todos os pedidos sem muitas surpresas e obter previsibilidade em seus pedidos, sem surpresas.. 

Assim, o lucro da organização é garantido e a satisfação do cliente também

Além disso, a economia de dinheiro também se faz uma realidade. Por exemplo, com um gerenciamento eficiente, os custos do estoque exagerado são diminuídos ao passo que os pedidos são atendidos com mais eficácia. 

Como fazer gestão de estoque? Conheça os métodos

Agora, você deve estar se perguntando como fazer uma boa gestão de estoque, certo? 

Em primeiro lugar, é importante entender que, se tratando de termos de negócio, gerenciamento de estoque se refere ao estoque certo, na quantidade certa, no lugar certo, na hora certa e com o custo certo, bem como com o preço adequado. 

Em linhas gerais, a gestão de estoque abrange alguns dos principais processos de uma organização. 

Assim, é fundamental que você saiba como realizar um gerenciamento adequado às necessidades da sua empresa. Os principais pontos que você deve considerar são:

Preço Específico

Com esse método, cada unidade presente no estoque tem um valor atribuído. Isso é importante porque auxilia as empresas a saberem o valor final de cada estoque. 

Primeiro a entrar, primeiro a sair

No método PEPS ou FIFO, é fundamental que as mercadorias mais antigas saiam primeiro. Assim, ficam no estoque os insumos mais recentes. 

É um bom método porque visa evitar que produtos com vencimento próximo se percam.

Custo médio

O custo médio diz respeito a uma técnica de preço final de mercadorias. Nesse cenário, a cada nova compra é realizada uma nova apuração de custo para que os gestores tenham uma média do orçamento da organização. 

Último a entrar, primeiro a sair

Nesse modelo, o último estoque é o primeiro a sair

No entanto, só pode ser usado como forma de controle da empresa, não podendo ser utilizado contabilmente, uma vez que os preços dos últimos produtos geralmente são mais altos que os primeiros.

Estoque Máximo

O estoque máximo basicamente se refere ao que o nome diz: é uma prática que visa evitar excessos de insumos em uma empresa. 

Dessa maneira, é uma boa prática para evitar que as organizações tenham prejuízos e percam dinheiro.

Estoque próprio ou terceirizado?

Afinal, qual é a melhor logística de estoque para a sua loja? Entender a política de estoque do seu negócio é essencial para que você possa realizar um bom gerenciamento desse. 

Por isso, vamos analisar os principais modelos atuais: estoque próprio e terceirizado. Assim, de acordo com as suas necessidades, você consegue decidir qual é o melhor para a sua empresa.

Estoque próprio

Nessa modalidade, a própria empresa tem um estoque dentro da sua organização. De maneira geral, é uma prática mais fácil se tratando do controle de produtos, uma vez que o estoque é abastecido seguindo a demanda da loja. 

No caso do estoque próprio, há a vantagem da pronta-entrega do produto. Nesse caso, o relacionamento com o cliente é realizado de modo mais próximo, o que possibilita a resolução de possíveis problemas com mais agilidade. 

Por outro lado, pode ser que a demanda por produtos específicos seja baixa, ocasionando perdas de dinheiro e estoques com muitos insumos que poderão não ser vendidos.

Estoque terceirizado

Já no caso do estoque terceirizado, o lojista é intermediário entre o fornecedor e o cliente final

Dessa maneira, uma vez que o pedido é realizado, a loja entra em contato com o fornecedor e solicita o produto para o cliente. Essa modalidade é conhecida como Drop Shipping.

Além disso, existe também a modalidade de estoque terceirizado consignado. Nesse caso, o estoque é formado por meio de compras consignadas de uma quantidade específica do produto. 

Basicamente, se trata de um processo favorável, onde as lojas têm o poder de controle sobre os produtos de maneira mais organizada. 

No entanto, como no caso do estoque próprio, existem problemas que podem dificultar o processo. Por exemplo, em alguns casos, pode ser que o tempo de envio seja muito longo, fazendo com que a mercadoria demore para chegar na casa do cliente. 

Esperamos que o texto de hoje tenha o ajudado a entender a importância de uma gestão de estoque adequada

Nesse contexto, te convidamos a conhecer o Sistema WMS da Loginfo. Com ele, você tem o controle total da operação do seu armazém geral, por meio do dispositivo que você escolher.

Sendo assim, fica muito fácil para a sua empresa cuidar do armazenamento, endereçamento, inventário e expedição de equipamentos com mais agilidade. 

Ficou interessado? Acesse nossa página sobre o produto e fale com um consultor!

Postar um Comentário