Como aprimorar a gestão logística da sua importação

Quanto mais atualizadas as empresas estiverem, mais competitivas elas se tornam no mercado. Os negócios que apostam em constantes otimizações são vistas com “bons olhos” e ganham destaque sobre as outras. A atualização da vez, que é imprescindível para os dias de hoje, é a gestão logística.

A parte operacional de uma empresa é uma das mais importantes, já que ela é responsável pelo desenvolvimento completo do produto/serviço. Sem uma gestão de qualidade da cadeia de suprimentos alguns problemas podem acontecer, como erro de repasse de informações, falta de mercadorias no estoque, entre outros.

Com base nos problemas que acontecem pela falta de uma gestão logística, as empresas estão investindo em profissionais e até mesmo sistemas que ajudem nessa melhoria. 

Por isso, neste artigo vamos mostrar tudo sobre como fazer o gerenciamento da cadeia de suprimentos e muito mais! Continue aqui e acompanhe.

Qual a importância da gestão logística?

Evitar retrabalhos, agilizar os fluxos internos, não ter erros com documentações. As empresas buscam acabar com esses e muitos outros problemas que atingem a produção cotidiana.

Mas não pense que isso é simples de ajustar! Organizar e gerenciar todos os setores é uma tarefa bastante complexa. Para que uma mercadoria seja verificada e entregue para o consumidor é necessário passar por várias etapas na cadeia de suprimentos, a fim de que o produto circule em território nacional com todas as normas de segurança e integridade.

Uma empresa sem integração, sem sistemas atualizados e sem colaboradores bem capacitados tem problemas constantes com a produção. 

Por isso, é importantíssimo nos dias de hoje, com a alta competitividade do mercado, deixar o negócio cada vez mais otimizado. Com a gestão logística é possível reduzir retrabalhos e custos operacionais, além de maximizar a produção que acontece dentro da empresa.

Estoque cheio de mercadorias desnecessárias? Não mais! Os sistemas verificam a quantidade de produtos que estão no armazém, além de avisar quando é necessário reabastecer ou dar vazão ao que está armazenado. Outros problemas também são resolvidos.

Dicas para melhorar a gestão logística da sua importação

Para empresas que trabalham com comércio exterior, a gestão logística é ainda mais importante, visto que as etapas de verificação e liberação são bastante burocráticas e envolvem alguns orgãos anuentes e principalmente a Receita Federal Brasileira (RFB).

Por isso, separamos aqui dicas fundamentais que irão ajudar a melhorar a gestão logística de seu negócio que trabalha especialmente com importação. Veja:

Conheça o fornecedor

A parte operacional de uma empresa não depende somente dos setores internos. É preciso se relacionar com fornecedores, que são responsáveis pela entrega de matérias-primas, produtos completos ou outros serviços essenciais para a importação.

Como essa é uma área essencial para o negócio, é muito importante que bons fornecedores sejam escolhidos. Procure referências na internet, busque saber da qualidade do que é comercializado por eles e sempre faça um histórico com as entregas.

Conte com um bom agente de carga

No comércio exterior, é importante ter um agente de carga que entenda sobre importação e exportação. Além de gerir toda a parte operacional do transporte, ele também fica responsável por verificar se as documentações e outros processos estão em dia.

Já imaginou uma mercadoria ser transportada sem estar de acordo com a legislação aduaneira? Sim, isto pode ocorrer na relação entre os setores. Por isso é importante ter um agente de cargas que entenda sobre esses ofícios e sobre o tipo de mercadoria que você precisa.

Tenha um eficiente controle de estoque

A gestão logística precisa dar uma atenção especial para o controle de estoque. Essa é uma das partes mais importantes do comércio exterior, pois é o local onde as mercadorias ficam armazenadas, são organizadas e logo depois despachadas.

Se não for bem administrada, o produto pode ficar perdido entre outras encomendas ou sair do estoque no período errado. É preciso registrar cada movimentação, inclusive a localização da mercadoria no espaço.

Utilize dados para fazer previsões

É fundamental apostar em estratégias logísticas dentro do porto e analisar outros projetos, que já foram usados naquele espaço ou em outro lugar, para otimizar o fluxo da cadeia de suprimentos. 

Os agentes responsáveis por cada setor não podem fazer previsões sobre o que é bom para a gestão logística sem dados. É preciso ter embasamento, comprovação baseado em KPI’s para colocar qualquer estratégia de organização e otimização em prática.

Aposte em logística integrada

Quando se trata de comércio exterior, é extremamente importante manter todos os setores da zona portuária integrados. Com isso, torna-se mais fácil acompanhar o que acontece em cada área e agilizar a cadeia de suprimentos.

Além disso, a logística integrada também facilita em relação aos documentos. É possível armazená-los em um único sistema, em que todos têm acesso, e assim facilitar a distribuição de documentos importantes, que antes ficavam parados.

Invista em um software de gestão logística

Embora a gestão logística já esteja em um processo de avanço nos últimos anos, como vemos nos maiores portos do mundo, é importante que as empresas brasileiras que trabalham principalmente com comércio exterior invistam em um software específico.

Com a solução de Gestão Aduaneira da Loginfo, as áreas alfandegárias passam a ser totalmente integradas, mesmo com um sistema modularizado. 

Além disso, a plataforma dá mobilidade aos agentes, já que pode ser acessada por meio de qualquer dispositivo, seja smartphone, tablet ou computador, e oferece também a opção de comunicação entre todos os setores. 

Por isso, aproveite para otimizar o processo de importação em que é responsável, conheça mais sobre a Loginfo e suas soluções!

Postar um Comentário