sistemas de gestão de armazéns wms

Como sistemas de gestão de armazéns WMS aumentam o desempenho da logística dos seus produtos?

A logística de uma empresa necessita de estratégias para que os procedimentos aconteçam de maneira otimizada. Independente de qual seja o setor, não contar com este tipo de ajuda pode ser um erro fatal para um negócio e afetar diretamente a produtividade e lucratividade. Em relação ao estoque, isso não é diferente!

Para que esses problemas não aconteçam, existem os sistemas de gestão de armazéns WMS. Estes são softwares estratégicos, que buscam melhorias na hora de armazenar as mercadorias de uma empresa, de maneira que tragam otimizações para o espaço físico e para todos os processos que ocorrem dentro de um armazém. Assim, questões como agilidade da passagem de produtos pelo estoque e entregas pontuais são benefícios desse sistema.

Por isso, vamos tirar este tempo para ajudá-lo! Mesmo que adotar um software pareça um grande passo para a sua empresa, vamos mostrar como isso pode ser benéfico ao seu negócio.
Entenda aqui tudo sobre os sistemas de gestão de armazéns WMS, discutindo questões sobre:

  • O conceito de sua sigla;
  • Como funcionam os softwares adaptados nessa metodologia;
  • Qual a sua importância para uma empresa.

Além disso, vamos ver também as suas principais vantagens no mercado e como aumentar a produtividade de um negócio por meio dessa ferramenta.
Ficou interessado no assunto? Então continue aqui e acompanhe!

No que consiste a gestão de armazéns?

Quando pensamos em organização de um estoque de empresa, não necessariamente imaginamos computadores e sistemas próprios centralizados, que refletem nas contas do negócio e afetam diretamente outras áreas de trabalho.

Muitas pessoas (principalmente que não possuem conhecimento empresarial) acreditam que os sistemas de gestão de armazéns WMS nada mais são que um método para guardar tudo de forma organizada.

De certa maneira, isso se confirma. Porém, precisamos salientar que não se trata somente disso!

A gestão do armazenamento de uma empresa por meio de um software, principalmente quando faz referência a um negócio de grande porte, é fundamental para que haja a execução correta de diversos procedimentos dentro do armazém — como entrada e saída de mercadorias, entre muitos outros processos.

Imagine que você trabalhe em uma multinacional e que o portfólio de produtos da empresa seja extenso. Para isso é necessário o monitoramento humano, uma vez que o gestor (ou mais de um) é responsável por essa tarefa.

Porém, ter um sistema integrado ERP para acompanhar todas as movimentações dessa mercadoria dentro do estabelecimento facilita ainda mais esse processo. Caso haja algum deslocamento errôneo, por exemplo, o sistema pode encontrar a falha e evitar que ela reflita em outros lugares.

Podemos dizer, então, que os sistemas de gestão de armazéns WMS consistem em otimizar os processos internos de um estoque, fazendo que ele funcione de maneira correta e que isso interfira principalmente na organização do ambiente.

Ainda, é necessário constatar que existem armazéns de produtos próprios, como de uma indústria, porém há também armazéns que armazenam mercadorias de terceiros — que, inclusive, é o foco do WMS da Loginfo.

Ou seja, isso significa que nosso WMS possui esforços em armazéns gerais, operadores logísticos, CLIA, REDEX e áreas alfandegadas como porto e aeroporto. Portanto, o WMS funciona para movimentação e armazenagem de produtos de terceiros.

O que é e qual o conceito de WMS?

A sigla WMS não surgiu do nada. Ela faz referência à expressão em inglês Warehouse Management System e remete à tradução literal Sistema de Gerenciamento de Armazém.

Ou seja, esse é um software totalmente voltado para trazer melhorias na logística do estoque de uma empresa e auxiliar principalmente na produtividade daquele ambiente.

Por meio do planejamento e gerenciamento de estoque é possível detectar possíveis erros, como falhas na produção, identificar avarias e até mesmo inconsistência na entrada e saída de mercadorias no armazém.

Mesmo que a mão de obra humana ajude nesta organização, é fundamental ter um sistema integrado, que regularize e verifique todos os processos que ocorrem na estocagem.

O WMS, então, pode ser definido como o gerenciamento e controladoria das mercadorias de uma empresa. Ele busca evitar falhas na logística e, consequentemente, acelerar a produção.
É um excelente aliado para negócios que procuram aumentar manter o processo de produção acelerado e não correr riscos com erros humanos, que são frequentes no serviço manual.

Para que serve o sistema WMS?

Os sistemas de gestão de armazéns WMS servem para que o empresário tenha uma controladoria sempre disposta a verificar tudo que acontece dentro do estoque. Muitos colaboradores são destinados para que esse trabalho seja feito com qualidade, porém um software personalizado pode substituir este serviço manual e agilizar os processos.

Pense que em uma grande empresa, como a Johnson & Johnson, existam inúmeras sedes que comportem o estoque de produtos. Para que tudo seja regularizado e coordenado da maneira correta, é necessário inúmeros funcionários sempre de olho em possíveis falhas e fazendo os serviços de contagem, verificação, entre outros. Contudo, caso seja adotado um sistema, esse procedimento se reduz pela metade.

Portanto, entende-se que o WMS serve para ter controle total de tudo que acontece dentro daquele espaço. Assim como, para agilizar todos os processos que ocorrem ali dentro, seja contagem de produtos, entrada e saída de mercadoria e até mesmo verificação para entender se há algum erro nesse procedimento.

É importante salientar que qualquer empresa que trabalhe com comercialização de produtos deve investir em um software especializado neste tipo de serviço. Independente do tamanho da organização, erros podem acontecer e sobrecarga de afazeres em cima dos funcionários (deixando a produção mais lenta) também.

Como funciona o sistema WMS?

Mas, afinal, já entendemos o que são os sistemas de gestão de armazéns WMS, porém não vimos como ele funciona na prática.

O conceito e alguns exemplos podem até parecer abstratos, mas vamos mostrar agora a importância de adotar essa metodologia para que o armazenamento de sua empresa aconteça da maneira certa.

O sistema WMS funciona da seguinte maneira: todas as movimentações dentro deste software são atualizadas em tempo real. Logo, qualquer alteração que aconteça entre envio de produtos, chegada de mercadorias, contagem do armazém e outros passam por este sistema e fica salvo para que todos os gestores tenham acesso.

As informações salvas neste software centralizado possibilitam que os gestores de cada área tomem as suas respectivas decisões e que salvem no sistema o que foi feito.

Se o responsável pela entrada de mercadorias aprovou a compra de novos produtos, ele pode registrar na máquina esse pedido e deixar salvo para que todos entendam em qual parte do processo ele se encontra.

Com essa integração dos sistemas, torna-se muito mais fácil entender como os procedimentos da empresa estão sendo feitos e até mesmo acompanhar cada passo. Isso, consequentemente, ajuda na produção, já que não é necessário recorrer a diversos meios para entender sobre a organização do armazém.

A função do WMS na logística

A logística de uma empresa, então, é o principal alvo dessa gestão. A WMS visa aplicar a integração das informações para que serviços que eram feitos apenas manualmente sejam otimizados e que apenas uma máquina faça esse cálculo.

Todos os dados dos armazéns interligados permitem que o empresário tenha em mãos as informações referentes ao

  • Entra e sai naquele ambiente;
  • Necessidade de reportar algum problema;
  • Possíveis falhas na contagem;
  • Até mesmo relatórios que digam como está a venda da empresa, de acordo com a movimentação do estoque.

De certa forma, podemos dizer que a função dos sistemas de gestão de armazéns WMS servem para acelerar o processo logístico de uma empresa e diminuir a mão de obra humana — que muitas vezes fica sobrecarregada e não entrega a mesma agilidade que era esperado.

Quais as vantagens de usar um sistema de gestão WMS em armazéns?

Enfim, discutimos tudo sobre o que seriam os sistemas de gestão de armazéns WMS. Mas quais são as vantagens dessa estratégia de software para uma empresa? Como adotar um sistema integrado pode beneficiar o empresário de pequeno à grande porte?

Separamos aqui as 6 maiores vantagens, que um negócio pode contar ao adotar esse modelo de gestão. Certamente você ficará impressionado como um apenas um sistema pode mudar completamente as relações e o desenvolvimento dentro de uma empresa! Veja:

1. Diminuição de custos com menor taxa de retrabalhos

Em primeiro lugar, com um sistema centralizado, que faz o monitoramento e gestão dos produtos que se encontram dentro de um estoque, certamente há a diminuição de custos. Uma vez que os retrabalhos acontecem com menos frequência.

Vamos supor a seguinte situação: sua empresa é coordenada apenas por três gestores. Eles são responsáveis por organizar qualquer movimentação que acontece dentro dos armazéns, mesmo que o ritmo de entrada e saída seja acelerado.

Ao fazer tudo manualmente, as chances de haver algum erro na contagem ou afim são muito maiores. Isso leva ao retrabalho, já que esse colaborador irá fazer tudo novamente, e até mesmo ao desgaste emocional do funcionário.

Portanto, adotar um software que realize essa função vai além de automatizar processos! Esse sistema também evita a recorrência de erros e sobrecarga de um colaborador, que precisa estar sempre disposto a refazer qualquer serviço que tenha erros.

2. Maior produtividade

Sem dúvidas, com a automatização e centralização de todas as informações, a empresa investe pesado no aumento da produtividade.

Já que o serviço manual não é mais necessário (ou é necessário, mas em menor escala), os colaboradores podem se dedicar a outras tarefas e acelerar o procedimento de venda do negócio.

Além disso, com uma máquina e um sistema totalmente voltado para isso, os casos de erros durante contagens e demais situações necessárias dentro de um estoque são menores, agilizando qualquer procedimento que ocorra ali e fazendo que os produtos saiam com mais rapidez.

Ou seja, investir nos sistemas de gestão de armazéns WMS é uma maneira de apostar no aumento da produtividade dentro de uma empresa. Se você busca produzir mais, invista nisso!

3. Maior credibilidade com os clientes

Ser atualizado e diminuir os problemas em relação aos armazéns também modifica a sua imagem diante do mercado. Clientes que se relacionam diretamente com o seu negócio e enxergam uma empresa organizada, com estoque em dia e todos os seus processos acontecendo de maneira ágil e correta passam mais credibilidade.

Vê-se, então, a adoção do sistema de armazém WMS para além de uma inovação tecnológica dentro de um empreendimento. Os benefícios que o sistema traz promovem a visão de organização para os consumidores e faz que eles enxerguem com outros olhos tudo que é desenvolvido pela empresa.

É válido ressaltar que essa característica deve vir combinada com outros elementos. Não adianta ter uma logística de estoque bem organizada, se o atendimento ao cliente é ruim. Por isso, tenha sempre os seus diferentes setores otimizados para o mercado.

4. Processo otimizado de localização e expedição de mercadorias

Quem nunca entrou num estoque e fez uma procura sem fim sobre onde estava um produto ou para onde ele foi enviado? Essa situação reflete a falta de organização que um armazém pode chegar e até mesmo afetar na hora a empresa.

Porém, esse cenário pode ser revertido! Com um sistema integrado, centralizado e que contém todas as informações sobre movimentações no estoque impedem que o gestor fique perdido em relação ao status de uma mercadoria e que isso interfira até mesmo na compra de novos produtos.

Muitas empresas, devido à falta de organização desse setor, acabam comprando mercadorias que não são necessárias, já que não sabem a quantidade correta que se encontra dentro do estoque e nem mesmo como foi a saída deste produto.

Ou seja, os responsáveis estão dando um tiro no escuro em relação ao que é comercializado por esta empresa.

5. Organização e controle de entradas e saídas

Sim, falamos muito sobre organização e controle de entrada e saída. Essas são algumas das principais atividades que os sistemas de gestão de armazéns WMS desempenham com qualidade e evitando que o empresário sofra consequências pela falta de organização.

Com um software é possível registrar tudo que entra dentro da empresa e deixar armazenado esta informação. É de acesso a todos (que são responsáveis por isso) e facilita que a equipe entenda quais são as movimentações que acontecem naquele espaço.

Caso tudo fosse feito manualmente, seria necessário repassar um documento de mão em mão, com o risco de se perder e ser preciso recontar tudo que está ali.

Por isso, todos os registros de entrada e saída, além de como foi organizado os produtos dentro daquele local, podem ficar guardados dentro do sistema. Dessa forma, facilita que o colaborador:

  • Veja quais são os próximos passos;
  • Como foi a retirada do estoque para envio ao cliente;
  • E, claro, diminuição do trabalho manual que muitas vezes ele desempenha.

6. Logística integrada

Todos esses benefícios refletem no último: uma logística integrada. Não é mais necessário correr atrás de superiores que possuem todas as informações e esperar que eles repassem as ordens.
Com os dados salvos em um sistema é possível consultar e saber o que é preciso para dar o próximo passo.

Em empresas de grande porte, principalmente, esta é uma estratégia fundamental. Depender de poucas pessoas para realizarem o serviço manualmente pode atrasar o processo de produção e diminuir a produtividade da empresa. Com essa redução, então, a produtividade fica ainda menor e interfere na lucratividade do negócio.

Entende-se, então, que ter os sistemas de gestão de armazéns WMS são maneiras de investir na sua empresa.

Como aumentar a produtividade do armazém com um sistema WMS?

Entendemos até aqui, então, que os sistemas de gestão de armazéns WMS são excelentes ferramentas para a logística de uma empresa.

Repetimos diversas vezes que essa ferramenta é fundamental principalmente para os negócios que buscam aumentar a produtividade entre os colaboradores e no desenvolvimento de novos produtos. Por isso, separamos este tópico para falar somente disto!

Vamos mostrar como um software pode realmente afetar a agilidade dentro de uma empresa e fazer com que a mesma tenha a sua produção aumentada.

Localização e separação de mercadorias

Com um sistema próprio, que registra todas as movimentações que ocorrem dentro de um estoque, é possível localizar onde se encontra uma determinada mercadoria. Assim, agiliza a busca manual que muitos colaboradores perdem tempo, e até mesmo na separação de um produto. Uma vez que, indica qual o lugar que ele deve ficar sem que o funcionário, novamente, fique procurando o lugar certo.

Isso faz que grande parte do tempo seja reduzido e até mesmo que o colaborador diminua a sua carga de trabalho. O tempo que foi otimizado com essa função pode ser gasto em outros processos, aumentando, dessa maneira, a produtividade dentro de uma empresa.

Imagine que o colaborador tenha que encontrar um calçado e colocá-lo para envio. Apenas jogando no sistema e encontrando a sua posição correta no software, ele precisa apenas se deslocar até o lugar, pegar o produto e levá-lo para colocar no status de entrega.

Ou seja, acelerou o processo e reduziu pela metade o trabalho.

Recebimento de Mercadorias

Além disso, quando chegam novas mercadorias para o estoque, anotar quais são os endereços destinados se torna muito mais fácil. Agora não é mais necessário que o funcionário faça isso manualmente.
Desse modo, ele pode:

  • Acessar a plataforma de WMS através de um computador, smartphone, tablet ou coletor de dados;
  • Importar o documento fiscal da mercadoria e fazer a conferência física da mercadoria manualmente, através de código de barras ou RFID;
  • Posicionar a mercadoria no local determinado.

Isso transforma o endereçamento da entrada (e até mesmo situações em de registro de fornecedores) muito mais fácil e rápida. Novamente vemos, então, a automatização trabalhando para agilizar os processos internos e refletindo na produtividade da empresa.

Controle das áreas de picking

A separação dos produtos que vão ser entregues para o cliente também precisam de uma organização para que não sobrecarregue a empresa na hora de fazer todo o processo de logística.

Chamado também picking, essa separação é fundamental para analisar se para compras futuras, que ainda não foram realizadas, terão estoque, e para separar o que já foi adquirido por algum consumidor.

Nessa divisão é fundamental que o gestor ou responsável anote que a mercadoria está naquele espaço para ser enviado já ao cliente. Jogando esta informação dentro de um software, como os sistemas de gestão de armazéns WMS fazem, facilita que o colaborador encontre o produto e separe-o para que ninguém use para outros pedidos.

Ou seja, este é mais um passo que acontece dentro do estoque e que pode ser registrado para evitar falhas. Essa estratégia evita principalmente que a empresa deixe um produto de e-commerce, por exemplo, no ar, mas sem que haja mercadoria para ser vendida.

Otimização da movimentação

Por fim, não poderíamos deixar de falar que os sistemas de gestão de armazéns WMS são excelentes instrumentos para quem quer otimizar qualquer movimentação dentro de um estoque.

Mesmo que para alguns este espaço pareça simples, quem trabalha com armazenamento de mercadorias sabe que qualquer ação é extremamente burocrática para que não afete negativamente a empresa.

Por isso, ter um software que ajuda a controlar toda a movimentação traz melhorias para a produtividade e facilita todos os processos que ocorrem dentro daquele espaço. Não é necessário mais desempenhar tudo manualmente e gastar horas com isso, basta apenas digitar no computador e armazenar a informação.

Conclusão

Ao fim de tudo, vimos juntos que os sistemas de gestão de armazéns WMS são os melhores aliados da logística interna de uma empresa ou operador logístico!

Se você comercializa produtos no mercado é fundamental ter essa ferramenta centralizada e integrada para que o estoque esteja sempre organizado e que o descontrole sobre os produtos adquiridos e vendidos não reflita nas contas do negócio.

Muito mais que isso, investir nessa automatização é uma maneira de acelerar a produção dentro de uma empresa. Com menos tempo gasto dentro dos armazéns, os colaboradores podem se aplicar em outras funções e deixam que o sistema realize a busca, registro e demais ações que antes eram feitas manualmente.

Se você chegou até aqui, entendemos então que está interessado num software. Por isso, aproveite este momento e fale agora com os especialistas da Loginfo!

Oferecemos a solução Sistema WMS Armazém Geral para que o seu negócio aumente a sua produtividade e automatize diversos serviços de estoque.

Tenha o controle total de todas as movimentações que acontecem dentro de seu armazém e conte com as melhores ferramentas para isso. Conheça mais sobre a Loginfo!

Postar um Comentário